Inovação

Projetos

A OceanPact é reconhecida pelo investimento em inovação e desenvolvimento tecnológico e possui patentes de projetos de relevância. Conheça algumas das nossas iniciativas.

Simulador

Simulador

Simulador de treinamento em manobra de contenção e recolhimento de óleo com uso de barreiras de contenção offshore.

As físicas dos navios e da barreira são realistas. Duas salas de simulação reproduzem o passadiço de navios de contenção e recolhimento de óleo (OSRV).

O Simulador de Operações é fruto de uma parceria entre a OceanPact e a COPPETEC/LabOceano, conforme convênio assinado com a Finep.

Cerco Fixo

Cerco Fixo

Sistema desenvolvido para campanhas de perfuração em área de extrema sensibilidade ambiental.

Sua patente foi deferida nos Estados Unidos sob número 7785036 e no Brasil sob número 0705792-0.

PEI Virtual

PEI Virtual

O simulador de realidade virtual reproduz os cenários de poluição ambiental provocados por derramamento de óleo no mar.

Os participantes devem adotar os procedimentos de resposta adequados a cada situação, como o current buster, barreiras convencionais, in situ burning e aplicação de dispersantes químicos.

Este projeto multijogador foi desenvolvido em cooperação com a COPPE/UFRJ.

Oil Spill Calculator

Oil Spill Calculator

Aplicativo iOS realiza o cálculo estimado do volume de óleo derramado observado em um acidente ambiental no mar.

Essa calculadora foi desenhada com base no documento NOAA’s Open Water Oil Identification Job Aid (for aerial observation), versão 2, de julho de 2012.

OceanVTS

OceanVTS

Serviço de gerenciamento de tráfego costeiro e offshore de embarcações (VTS) via Web em tempo real. Auxilia em operações de controle de tráfego portuário, na resposta a emergências e na proteção da costa.

Recursos:

Integração com Radar, AIS CFTV, sensores meteoceanográficos e sistema de radiotelefonia;

Monitoramento em tempo real e reprodução de dados históricos;

Cartas náuticas eletrônicas e vetoriais;

Relatórios, filtros e cálculo de ETA, dentre outros recursos.

Cronos

Cronos

A plataforma Cronos integra dados meteoceanográficos de diferentes fontes, com o objetivo de reduzir o tempo entre a detecção de um incidente e uma resposta eficaz.

Sua principal inovação consiste na obtenção de mapas de corrente de superfície por meio de radar de alta frequência em tempo quase real. Os mapas somam-se aos demais dados coletados por satélite e in situ, mantendo um sistema operacional atualizado e preparado para assimilar e gerar modelos hidrodinâmicos de previsão de correntes.

Barco Autônomo

Barco Autônomo

O rebocador não tripulado da OceanPact aumenta a segurança das operações de contenção de derramamento de óleo. Mantém a formação ideal com o barco-mãe por longos períodos, minimizando o estresse da tripulação.

Características: controle eletrônico da embarcação (drive-by-wire); controle remoto industrial para operação a até 500m do barco-mãe; piloto automático seguindo waypoints; e controle manual familiar com prioridade sobre os demais, possibilitando a transferência do comando para o barco-mãe.

Sistema Integrado de Monitoramento <br /> Remoto de Óleo 24x7

Sistema Integrado de Monitoramento
Remoto de Óleo 24x7

Operadores treinados da OceanPact monitoram em tempo real os sistemas de detecção de óleo das operadoras.

A plataforma integrada aos principais sensores de detecção de óleo do mercado permite ainda o controle remoto de câmeras infravermelhas.

O cliente pode acompanhar os relatórios publicados de hora em hora pelo portal de acesso restrito.

Planckaero-Drone

Planckaero-Drone

Aeronave projetada para operação em ambientes agressivos, como o que encontramos em operações marítimas costeiras e offshore. São os únicos drones disponíveis hoje no mundo que permitem operação totalmente autônoma a partir de embarcações, sejam elas de pequeno ou grande porte, mitigando riscos operacionais.

Cada drone está equipado com uma câmera munida de sensores ótico e infravermelho, possibilitando a visualização de manchas de óleo em qualquer circunstância. As imagens produzidas são transmitidas ao vivo para a ponte de comando da embarcação e para a sala de emergência da OceanPact no Rio de Janeiro. O drone também pode receber outros tipos de sensores, como detectores de gás e sensores hiperespectrais.