Sustentabilidade



O compromisso da OceanPact com o desenvolvimento sustentável é compartilhado com toda a sua equipe e com a sociedade. Com base em rigorosos padrões de gestão de seus negócios e de governança corporativa, a OceanPact atua no Brasil e no exterior sem perder de vista a assertividade econômica, social e ambiental de seu negócio.

Instituto Mar Urbano

A OceanPact apoia o Instituto Mar Urbano, organização não governamental que gera e compartilha conhecimento sobre o ambiente marinho, com foco no bem-estar humano e nos recursos naturais essenciais para a vida.

O Instituto difunde práticas sustentáveis, inspira, conscientiza e mobiliza a sociedade a partir de atividades de educação ambiental somadas à divulgação de produtos audiovisuais.

Sua missão consiste em aproximar as pessoas da natureza, levando o conhecimento científico para a população e debatendo as problemáticas ambientais que se vive hoje.

Visite o site e conheça mais sobre o projeto.

institutomarurbano.com.br

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

A OceanPact adota e propaga os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável propostos pela Organização das Nações Unidas – ONU. Este plano global é composto por 17 objetivos e 169 metas essenciais para a viabilidade de uma sociedade sustentável em todos os âmbitos até 2030. São eles:

Acabar com a pobreza em todas as suas formas e em todos os lugares.

Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar das pessoas e a melhoria da nutrição, promovendo a agricultura sustentável.

Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades.

Assegurar a educação inclusiva e equitativa de qualidade, promovendo oportunidades de aprendizagem para todos ao longo da vida.

Alcançar a igualdade de gênero e erradicar todas as formas de violência contra meninas e mulheres.

Assegurar a disponibilidade e a gestão sustentável da água e de saneamento para todos.

Assegurar energia de forma confiável, sustentável, moderna e a preço acessível para todos.

Promover o crescimento econômico inclusivo e sustentável, com trabalho pleno, produtivo e decente para todos.

Aumentar incentivos às pesquisas científicas e promover maior democratização no acesso às novidades tecnológicas, de forma que os países menos desenvolvidos obtenham crescimento em suas capacidades produtivas.

Reduzir as desigualdades internas e externas dos países, promovendo a melhor distribuição de renda, eliminando privilégios comerciais de nações ricas e estreitando laços entre as pessoas que ocupam os diferentes territórios.

Criar cidades e assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis.

Garantir padrões de produção e de consumo sustentáveis, com redução substancial da geração de resíduos a partir da prevenção de perdas, da reciclagem e do reúso de materiais.

Implementar medidas urgentes para o combate às mudanças climáticas, com maiores investimentos no desenvolvimento de tecnologias que reduzam os impactos no planeta.

Conservar e usar os oceanos, mares e recursos marinhos de forma sustentável, aumentando a conscientização acerca da poluição e eliminando todas as práticas ilegais que acarretem prejuízos ao ecossistema.

Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, prevenindo desastres ambientais, combatendo a desertificação, revertendo a degradação da terra e detendo a perda de biodiversidade.

Promover sociedades pacíficas e inclusivas, garantindo acesso à justiça para todos e construindo instituições eficazes e responsáveis; combater a corrupção, a impunidade, as práticas abusivas e discriminatórias, a tortura e todas as formas de restrição das liberdades individuais.

Fortalecer as relações de parceria e de cooperação entre as nações; países em melhores condições econômicas devem ajudar as nações em desenvolvimento a alcançar a sustentabilidade de suas dívidas, reduzindo o alto endividamento.

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Pegada de Carbono

Cerca de 40% da população mundial, 2,4 bilhões de pessoas, mora a menos de 100km da costa, sendo que 600 milhões de pessoas (~10%) a menos de 10m acima do nível do mar 1.

Eventos climáticos extremos tem se intensificado, e trazem desafios novos para todas as cidades e populações costeiras.

A acidificação dos oceanos é também uma preocupação pois ameaça diretamente os recifes de coral, berçário de diversas espécies marinhas, e fundamental para a manutenção do equilíbrio e da biodiversidade dos oceanos.

Trabalhando para o uso sustentável dos oceanos, a OceanPact faz o inventário de suas próprias emissões de gases do efeito estufa, e tem um plano em curso para reduzi-las traçando metas ambiciosas num programa consistente a ser publicado até março de 2021.

Já temos iniciativas de redução do consumo de óleo diesel em nossas embarcações, e financiamos projetos piloto para redução de emissões pela adoção de embarcações autônomas destripuladas e de baixo (ou nulo) consumo de combustível para monitorar e coletar uma série de dados oceanográficos, bem como projetos de proteção de recifes de coras e replantio de manguezais.

1 – Fonte: OECD (oceanconference.un.org)